Sábado 16 de Dezembro de 2017
Inicio / Eucaristia

Eucaristia

A Eucaristia é o centro e a fonte de toda a vida cristã (cf. LG 11). Para ela converge toda a vida e acção da Igreja, Eucaristiadela partem todas as nossas iniciativas para a transformação do mundo.

Nela se cumpre a missão confiada aos apóstolos por Jesus, na vigília da sua Paixão: “Fazei isto em memória de Mim”. Por isso a nossa celebração está fundada no memorial da última Ceia de Jesus, tal como São Paulo relata no seu testemunho desta sagrada tradição.

«Com efeito, eu mesmo recebi do Senhor o que vos transmiti: na noite em que foi entregue, o Senhor Jesus tomou o pão e, depois de dar graças, partiu-o e disse: “Isto é o meu corpo, que será entregue por vós; fazei isto em memória de Mim”. Do mesmo modo, depois da Ceia, tomou também o cálice, dizendo: “Este cálice é a nova Aliança no meu sangue; todas as vezes que dele beberdes, fazei-o em memória de Mim”.» (1Cor 11,23-25)

A Eucaristia no dizer do Concílio Vaticano II é:

– O sinal da nossa unidade;

– O vínculo da nossa caridade;

– O sacramento da nossa piedade;

– O banquete da alegria pascal;

– O memorial da paixão, morte e ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A Eucaristia é coração da Igreja.

“Tomai, todos, e comei:

isto é o meu corpo entregue por vós […];

tomai, todos, e bebei:

isto é o meu sangue da nova e eterna Aliança […];

Fazei isto em memória de Mim.”

Senhor Jesus Ressuscitado,

 

porque, pouco antes de seres entregue à morte na Cruz,

nos quiseste deixar em testamento

o sinal definitivo do Teu amor, a Eucaristia.

Fizeste-o com os gestos e as palavras mais originais,

mais santas e comoventes

que alguém jamais proferiu na história da humanidade.

Com que comoção e perturbação as terás proferido!

E com que comoção e perturbação

as terão ouvido os Apóstolos!

E nós, cristãos deste terceiro milénio,

somos convidados a redescobrir todo o enlevo

e encanto deste tão grande e sublime mistério.

 

Concede-nos, Senhor, a luz e o calor do Teu Espírito

para podermos comunicar algo da beleza

do Teu rosto na Eucaristia.

 

«A celebração da Missa, como acção de Cristo e do povo de Deus hierarquicamente ordenado, é o centro de toda a vida cristã, tanto para a Igreja, quer universal quer local, como para cada um dos fiéis. Nela culmina toda a acção pela qual Deus, em Cristo, santifica o mundo, bem como todo o culto pelo qual os homens, por meio de Cristo, Filho de Deus, no Espírito Santo, prestam adoração ao Pai. Nela se comemoram também, ao longo do ano, os mistérios da Redenção, de tal forma que eles se tornam, de algum modo, presentes. Todas as outras acções sagradas e todas as obras da vida cristã com ela estão relacionadas, dela derivam e a ela se ordenam.»

(Instrução Geral ao Missal Romano, n.º 16)

 

“Na Sagrada Eucaristia

tornamo-nos um com Deus, como o alimento com o corpo”

(São Francisco de Sales).

 

“No fundo, o efeito da Eucaristia

é a transformação do ser humano em Deus”

(São Tomás de Aquino).